Características farmacológicas

O POSTEC® é uma associação de valerato de betametasona e hialuronidase. O valerato de betametasona é um corticosteroide de grande atividade antiinflamatória. A hialuronidase é uma enzima extraída dos testículos bovinos, que age por despolimerização do ácido hialurônico, um mucopolissacarídeo, componente essencial da substância fundamental do tecido conjuntivo. A hialuronidase é um fator de difusão enzimático. A hialuronidase facilita a difusão de várias substâncias através da pele e acelera os processos de reparação cutânea, devido à ativação das trocas nutritivas locais, provocadas pelo aumento de difusibilidade dos líquidos.

A hialuronidase reduz o edema.

Verificou-se um sinergismo entre as propriedades da enzima proteolítica com o corticosteroide, facilitando a liberação do prepúcio da glande, agindo na despolimerização do ácido hialurônico do tecido conjuntivo existente entre estas duas estruturas, diminuindo assim o tempo de resolução, os efeitos colaterais e o custo do tratamento total.

Farmacocinética

O uso de POSTEC® atinge menos de 1% da área corporal do paciente, com tecidos íntegros, assim os parâmetros farmacocinéticos não se aplicam ao produto por ter atuação exclusivamente tópica.

Entretanto, o uso tópico do valerato de betametasona tem uma absorção em torno de apenas 12% – 14%, podendo ter estes valores alterados de acordo com a extensão da área aplicada, grau de inflamação e escoriação da pele, concentração do produto e uso de curativos oclusivos.

A determinação das características farmacocinéticas da hialuronidase é dificultosa, especialmente quando a enzima é administrada por via intravenosa, porque a hialuronidase do próprio organismo encontra-se no sangue circulante e adicionalmente, porque os organismos dos seres humanos e dos animais possuem seus diversos inibidores da hialuronidase. O início de ação anti-inflamatória do POSTEC® se dá no momento da aplicação, uma vez que o produto é de aplicação tópica, ou seja, ação local. Os estudos realizados com POSTEC® demonstram que o tratamento tópico da fimose pode variar em 1 a 12 semanas.